• Karolini Bride

A IMPORTÂNCIA DE CUIDAR DA AUTOESTIMA



Em tempos em que bem-estar é palavra-chave para uma vida mais saudável e equilibrada, o conceito de autoestima vem ganhando cada vez mais importância.


No dicionário, autoestima é a qualidade de quem se valoriza. No entanto, quando falamos de vida real, o termo pode ter interpretações mais complexas. A avaliação positiva ou negativa que uma pessoa faz de si mesma está relacionada a emoções, ações, crenças, comportamentos ou qualquer outro tipo de conhecimento de si próprio.


Ter uma boa autoestima é fundamental para o bem-estar mental e físico de qualquer pessoa. E a falta dela pode acarretar uma série de dificuldades. Parece complicado manter o amor-próprio em alta? Um bom começo é acabar com os hábitos que destroem a autoestima.


A verdadeira beleza


Não se pode negar que o mundo midiático, da moda e afins ainda coloca padrões de beleza que fazem com que as pessoas se sintam mal por não terem determinada aparência física. A busca pelo chamado “corpo perfeito” leva muitas pessoas a cometerem loucuras consigo mesmas através da adoção de métodos e hábitos nocivos para sua saúde.


Porém, um novo pensamento aos poucos está sendo inserido na mente das pessoas. Esse pensamento é de que a beleza não se trata de ter um visual pré-modelado e se parecer com alguém que não somos, mas sim ressaltar em cada um a beleza que há em si.


Não importa o porte físico, a altura a cor da pele, dos olhos e do cabelo, não importa a nacionalidade nem mesmo a descendência, cada pessoa pode ser bela com sua beleza natural, e para chegar nesse modelo de beleza cada um deve buscar ser a melhor versão de si mesmo.


A verdadeira beleza existe quando alguém se cuida para ter saúde, para ter uma boa aparência e para gostar de si, o importante é respeitar os limites do corpo de cada um. Uma autoestima saudável sustenta todas as experiências positivas em nossas vidas e influencia todas as nossas decisões e escolhas mais significativas. Assim, molda o tipo de vida que criamos. Como indivíduos, não podemos nos comportar além dos limites do modo como nos vemos, quaisquer que sejam esses limites.


Se temos baixa autoestima não reconhecemos o nosso próprio valor e podemos desenvolver sentimentos de rejeição, insatisfação ou desprezo em relação a nós mesmos. Isto traz diversas consequências, como falta de Autocuidado e Autorrespeito, nos tornamos excessivamente sensíveis às críticas.


Comportamentos que atrapalham a autoestima


Segundo especialistas, alguns padrões de comportamento devem ser evitados. Comparar-se com os outros, esperar pela aprovação das pessoas e ter expectativas altas em relação a elas são bons exemplos disso. Colocar os outros sempre em primeiro lugar, ser competitivo em excesso, pensar que não é capaz e guardar mágoas também comprometem a autoestima.


Para aumentar a autoestima e baixar os níveis de ansiedade, lembre-se de viver o presente, reconhecer o seu valor e traçar resultados que você mesma(o) pode alcançar. O tão falado self-care, que em tradução literal significa autocuidado, é tudo aquilo que você pode fazer para (e por) você. Isso vai da meditação à massagem, passando também pelos tratamentos de beleza. Pode até parecer uma postura egoísta, mas procurar por experiências mais prazerosas é fundamental para ter uma vida mais saudável.


A autoestima tem uma grande influência na capacidade de resiliência. É importante acreditar na própria capacidade de resolver problemas e passar por situações adversas quando elas acontecerem. Existe uma crença de que se é capaz e suficiente para lidar com as adversidades da vida a quais todos estamos sujeitos.


Muitas vezes, o fracasso é garantido por causa do perfeccionismo. Seu desejo de ser perfeito significa que você não dará início à tarefa ou projeto até que possa ter certeza de que alcançará um resultado perfeito. Quando você sente a necessidade de ser perfeito, está se preparando para o fracasso. O melhor que você pode fazer em qualquer momento é fazer o seu melhor. Aqueles que têm uma autoestima saudável aprendem com os erros e as más decisões. Quando perdemos a necessidade de sermos perfeitos, aprendemos com os erros, em vez de nos repreendermos por eles.


Todos os seres humanos são falíveis. No desenvolvimento de autoestima, precisamos reconhecer que erros e falhas vão acontecer. Precisamos parar de vê-los como um problema e começar a vê-los como uma ocorrência natural que oferece uma maravilhosa oportunidade de aprender e crescer.


A autoestima também influencia a qualidade dos nossos relacionamentos e interações interpessoais, pois determina o que iremos tolerar e que tipo de pessoas iremos escolher para conviver.


Estes são apenas alguns dos pontos em que a Autoestima intervém em nossas vidas, sustentando todas as nossas experiências.


Dedicar-se a ter mais autoestima é uma das melhores escolhas que você pode fazer por você e pelos resultados dos seus objetivos, não importam quais sejam eles.


Agora que consegue perceber a importância de cuidar mais de você e ter um tempo para apreciar sua melhor versão, conheça os produtos Sansez que te ajudam com os cuidados para sua saúde e beleza.



18 visualizações

SANSEZ - THERAPY HAIR CARE